Cantar dos Reis!

16 janeiro 2012


Logo no início do ano, o Rancho de Alviobeira repete uma tradição que lhe é muito querida, o Cantar dos Reis, e assim acontece há vinte e três anos.
Nem o frio, nem a chuva, são capazes de arrefecer a alegria que o cantar dos reis proporciona a tantas pessoas, desde os componentes do Rancho, às pessoas da freguesia que ouvem à sua porta a melodia do Cantar dos Reis que começa com a quadra:
Boa noite meus senhores
Boas novas, vimos dar
Vimos pedir aos senhores
Se nos deixa aqui cantar.
Na maior parte das vezes as portas abrem-se, e somos recebidos com um sorriso nos lábios, uma lágrima no canto do olho e como recompensa, uma mesa recheada de fritos, licores e outras iguarias, que nos aquecem a alma e o coração e uma contribuição monetária que muito agradecemos e que tão importante é para o desenvolvimento de tantas actividades a realizar ao longo do ano.
Três noites longas e cansativas, mas emocionantes e cheias de histórias que ficam para mais tarde recordar.
O Ti Manel da Concertina, com os seus oitenta e um anos, continua a acompanhar-nos e apenas reclama um assistente para lhe levar a concertina. Este ano a Cristina foi a escolhida, e o Ti Manel sentia-se nas nuvens, uma assistente assim nem ele em sonhos se atreveria a pedir tanto.
Este ano ao trio “Os Manei’s”, do qual faz parte o Ti Manel, o Manel Mendes e a Nela, juntou-se mais dois elementos: o Manel Rodrigues e o Paulo Honório.
Neste grupo há sempre lugar para mais um. O Cantar dos Reis é organizado pelo Rancho, mas a ele pode-se juntar todas as pessoas que assim o desejarem.
Uma nota para a nossa ida ao lar da Igreja Nova. Como foi bom rever alguns rostos que já não víamos há tanto tempo. Como foi bom poder proporcionar uma tarde diferente aos utentes do lar. Entre beijos, abraços e danças, ficou a vontade de voltar.
Foi mais um Cantar dos Reis, a todas as pessoas que nos acolheram de braços abertos
o nosso muito obrigado.

2 comentários:

des-encantos disse...

gosto, gostei sempre desta velhinha tradição . ainda bem que há quem a alimente..e 5 concertinistas é obra...
Parabéns e para o ano a ver se consigo estar e conciliar com as da 'minha outra Aldeia'.

claudet disse...

Em 23 anos, foi o primeiro que faltei... mas foi por uma boa causa... A minha querida Matilde!!
È fantásticamente cansativo o Cantar dos Reis, ainda bem que mantemos esta tradição. Beijos para todos